As Dislipidemia

Augusto Lauar Artigos Médicos Comentários desativados em As Dislipidemia

Dr. Mário Flávio Pereira Michel
Médico Cardiologista – CRM-MG 25829
Dra. Valéria Nunes Martins
Médica Cardiologista – CRM-MG 25987

A alteração dos níveis lipídicos no sangue é chamada de DISLIPIDEMIA, e é um importante fator de risco para a aterosclerose. Sua incidência vem aumentando em nosso meio devido ao sedentarismo e ao consumo de grande quantidade de alimentos industrializados.
Na prática, realizamos dosagem do Colesterol total, HDLc ( o “bom” colesterol), LDLc ( o colesterol “ruim”) e Triglicérides. Quanto mais elevado os valores de LDLc e quanto mais baixos os valores de HDLc maior o risco de doença cardiovascular.
O diagnóstico de dislipidemia é feito dosando-se o perfil lipídico no sangue após 12 horas de jejum. Todas as pessoas acima de 20 anos devem ter o perfil lipídico determinado e crianças que tenham casos de dislipidemia na família também devem ser investigadas.


Insuficiência Cardíaca

Augusto Lauar Artigos Médicos Comentários desativados em Insuficiência Cardíaca

Dra. Elizabeth Vital Vieira
Médica Cardiologista – CRM-MG 10865

É uma doença de grande importância por ser uma das maiores causas de hospitalizações, evolução progressiva e com alto índice de mortalidade em poucos anos. Seu diagnóstico deve ser feito o mais precoce possível e o tratamento instituído porque é isto que vai determinar o nível de qualidade de vida dos pacientes quando portadores.
Tem várias causas, entre elas hipertensão arterial, doenças coronárias e a doença do músculo cardíaco.
Os sintomas iniciam lentamente como falta de ar, inchaço, dor no peito e outros. Nem sempre são nítidos e podem confundir com outras doenças. O maior desafio dos médicos é diagnosticar, investigar as causas e tratar adequadamente.
A história do paciente, seu exame clínico, eletrocardiográfico e laboratorial, nos fornecem o caminho a seguir.
É preciso uma investigação global, com exames laboratoriais de rotina. Podemos também dosar o hormônio natriurético (BNP) pelo qual acompanhamos a evolução da doença.
Controle de pressão arterial, do colesterol, glicose, hormônio tireoideano, função dos rins é fundamental para o tratamento; portanto é preciso ter acomapnhamento médico individualizado e frequente.


O envelhecimento da pêle e suas fases

Augusto Lauar Artigos Médicos Comentários desativados em O envelhecimento da pêle e suas fases

Dra Mônica Tavares Rodrigues

A pele e seus anexos ( glândulas sebáceas e sudoríporas, pêlos, unhas ), como acontece com outros tecidos do corpo humano, também apresentam alterações anatômico – estruturais e de funcionamento que acompanham o processo de envelhecimento. Esses sinais e sintomas podem ser facilmente reconhecidos e, na maioria das pessoas, a prevenção e o tratamento são iniciados porque existe um infinidade de doenças nessa área.

Unhas: apresentam alterações de espessura, coloração ( varia de amarela a cinzenta) e forma (convexas e se tornam côncavas ou retas) com crescimento mais lento. Essas modificações são devidas a alterações do seu leito de apoio e de sua matriz ( que proporciona o seu crescimento).

Pêlos: após os 50 anos podem apresentar coloração cinzenta em metade dos casos. Entre os principais problemas temos: perda de pêlos fronto-temporal (calvície) podendo acometer homens e mulheres , alopecia difusa ( perda de pêlos que ocorre em ambos os sexos com o envelhecimento ), hirsutismo ( excesso de pêlos mais comum nas mulheres, principalmente na face após os 50 anos e nos homens nas sombrancelhas, narinas, e orelhas).

Pele: são várias as doenças da pele, porém, as inflamatórias, tumorais ou infeccionais podem ter maior incidência com a idade. Entre as mais comuns temos: dermatite seborréica ( erupção avermelhada com crostas que compromete a região central da face, sombrancelhas, cílios, pregas naso-labiais e couro cabeludo, entre outros locais); eczema ( inflamação superficial da pele com sintomas de vermelhidão, edema, crostas e cicatrizes); prurido ( localizado ou generalizado, geralmente devido à pele seca); pele seca ( piora em ambiente seco e exposição ao frio); psoríase ( acomete 3% dos indivíduos acima dos 60 anos, com placas avermelhadas com descamação em qualquer parte do corpo mas principalmente nas regiões extensoras das articulações, couro cabeludo e nádegas); impetigo ( infecção bacteriana com edema e vermelhidão acentuados, que podem evoluir com a formação de bolhas); herpes zoster ( erupção aguda, dolorosa, devido à reativação do vírus da varicela em indivíduos com diminuição da defesa imunológica; mais comum entre 50 e 70 anos); ainda outras doenças como os tumores benignos e malignos.

É possível realizar a prevenção de boa parte das doenças de pele que deve se iniciar na adolescência. Para isso, um estilo de vida saudável é essencial e inclui exercícios, exposição ao sol usando filtros de proteção, hidratação da pele e abolição do cigarro.


Saúde Mental

Augusto Lauar Artigos Médicos Comentários desativados em Saúde Mental

“FRATERNIDDE SIGNIFICA QUE UM GRITO DE DOR É IGUAL EM TODAS AS LÍNGUAS, O MESMO SE APLICA AO SORRISO.”

O adoecimento mental ou físico está sob influência de fatores internos do organismo, fatores do meio ambiente no qual vivemos, bem como do momento histórico. O homem, no tempo de hoje, vive a Revolução Tecnológica da digitalização (universo digital), um tempo de velocidade desconcertante.
Há poucos anos atrás uma ligação telefônica entre nossa cidade e a cidade do Rio de Janeiro demorava muito a se completar. As vezes até um dia inteiro. Hoje quase toda a população brasileira possui celular.
Percentual razoável da população está concectada à Internet. As Lan Houses se espalharam pelo país inteiro. Muitos relacionamentos são estritamente virtuais, e alguns reais iniciaram-se na internet. As cobranças sociais são maiores. Tínhamos a geração do Orkut, MSN, agora do Twitter. O que virá depois?
O volume de informações recebidas é absurdo.
Os desníveis sociais e de renda são ainda muito grandes. E quem nunca teve a sensação de que o tempo está passando rápido demais?
E está mesmo!
A sensação de tempo é subjetiva e depende da posição do observador. O tempo presente é o tempo da pressa.
Os valores da nossa sociedade atual são valores frequentemente de ordem materialista.
A comunhão de valores existenciais nobres se restringe.
A questão da droga e da violência tornou-se um flagelo na sociedade brasileira.
Soma-se a isto a tendência do brasileiro de desobedecer regras ( no trânsito, nos horários, nas filas, etc).
Todo este cenário descrito gera um excedente de tensão no psiquismo ( na nossa mente) e isto pode levar ao desenvolvimento ou ao agravamento de quadros ansiosos, depressivos, compulsões ( a compras, comida, etc), abuso de substâncias psicoativas ( álcool, drogas).
Muitos quadros clínicos na área psiquiátrica aumentaram em muito suas ocorrências nos últimos anos; principalmente os relacionados ao corpo físico e a insatisfação ( Anorexia,e outros Transtornos Alimentares).
Os Transtornos Psiquiátricos são altamente incapacitantes, responsáveis por grande parcela das ausências no trabalho e por benefícios previdenciários concedidos.
São quadros que frequentemente duram muito tempo e requerem muita atenção da família, gastos financeiros e profissionais de diversas áreas, altamente especializadas ( Psiquiatra, Enfermeiros, Psicólogo, Assistente Social, Fonoaudiólogo, Terapeuta Ocupacional, Fisioterapeuta, etc).
Na comunidade, a família, as empresas e seus departamentos de recursos humanos, a escola e seus serviços de orientação pedagógica e as igrejas e seus ministros religiosos(padres, pastores, etc), possuem um relevante papel na prevenção e no encaminhamento precoce de pacientes portadores de transtornos psiquiátricos aos tratamentos. Devemos ter especial atenção as grávidas (atenção materno-infantil), particularmente a gravidez em mulheres menores de 16 (dezesseis) anos.
Felizmente hoje, pela arma da informação, o preconceito em relação aos portadores de transtornos psiquiátricos e ao próprio psiquiatra ou profissional de saúde mental é bem menor. Isto é fundamental para evitar o sofrimento desnecessário a muitas famílias e pessoas.
Muitas doenças físicas(corporais) se manifestam através de sintomas psíquicos e a avaliação adequada e exames laboratoriais são importantes no esclarecimento desta situação clínica (ex: Hipotireoidismo, Hipertireoidismo, Lupus).
Enfim, é absolutamente necessário que tenhamos todos humildade suficiente para perceber que a vida não é uma linha reta. Que estamos sujeitos ao adoecimento físico ou psíquico, que devemos prevenir na alimentação saudável,na prática de exercícios físicos, no abandono ao cigarro, no uso restrito do álcool.
Como escreveu Cora Coralina, na vida devemos “ quebrar pedras e plantar flores”.
A prevenção das doenças mentais e o compromisso social são os principais deveres do psiquiatra.


WhatsApp WhatsApp